• The Prime Energize Monte Gordo – O hotel perfeito para os amantes de …

    De Lisboa a Monte Gordo quase não se sente a viagem, sobretudo se a …

  • Martinhal Quinta do Lago, o hotel que permite férias com conforto …

    A decisão de viajar com um bebé nunca é facil! Pelo menos falo por mim, …

  • Quantos kilos engordei na gravidez do Tomás

    Perdi a conta à quantidade de vezes que ouvi esta pergunta quando estava à espera do Tomá…

  • Ganhar tempo para o que mais interessa com uma solução inovadora

    Posso dizer-vos com toda a certeza que uma das tarefas de casa que menos gosto …

  • ORGANIZAÇÃO DO ARMÁRIO DO TOMÁS

    Tenho de vos confessar que uma das coisas que mais me entusiasmava na preparação do quarto do Tomás era projetar o armário dele e ter tudo arrumado e prático para quando nascesse.
    Como vos disse num post que fiz no instagram, uma das minhas partes preferidas do dia é escolher a roupa do meu filho, que para além de ter tido direito a umas peças só dele, herdou roupa minha de quando era pequenina e dos meus sobrinhos. Pelo que uma das minhas preocupações na escolha do armário era a otimização do espaço.
    Idealizava um armário feito à medida das necessidades que eu identifiquei e que no futuro fosse fácil de adaptar para um quarto de adulto. Por isso fez todo o sentido para mim recorrer ao serviço de personalização de roupeiros da IKEA.
    O processo foi mais simples do que imaginei e quero começar por dizer-vos que uma grande vantagem deste serviço é ficarmos com uma noção real de como será o armário, uma vez que antes de finalizarmos a encomenda vemos uma projeção em fotografia das nossas escolhas, podendo fazer alterações de última hora.

    Há várias formas de recorrer a este serviço de planificação. Online, num dos estúdios de planificação (uma aposta recente da IKEA, que consiste em dois espaços alternativos às lojas convencionais da marca e dedicados apenas à planificação de cozinhas e roupeiros) ou nas lojas convencionais. Eu optei pela última.

    Quando cheguei à loja dirigi-me à secção PAX, sentei-me com um dos colaboradores  da IKEA e comecei a montar o armário. O processo é feito  num planificador virtual onde podemos jogar com os vários produtos da loja para escolher as melhores opções de acordo com as nossas necessidades e no fim temos uma imagem exata de como ficará o nosso armário finalizado com os produtos escolhidos.

     

    A primeira coisa que sabia que queria eram portas de correr. O quarto do Tomás é pequeno e por isso tinha de ganhar espaço, pelo que essa foi a minha primeira decisão. Daí parti para o desenho da estrutura e optei por versões diferentes nos dois módulos, uma que privilegiava a roupa que queria pendurar e outra que se focava na arrumação em gavetas. Há um sem fim de possibilidades num armário só, o difícil é mesmo escolher o que queremos.

     

    Dos dois lados escolhi uma prateleira na parte de cima do armário essencialmente para arrumação e num dos módulos incluí uma gaveta para sapatos com dois níveis.

    Por último duvidei se fazia uma gaveta de acessórios (que adorei a ideia mas não sabia que utilidade teria para mim) acabando por não lhe resistir e ainda optei por instalar duas luzes interiores com sensor que se têm revelado de enorme utilidade.

    Como tive a possibilidade de visualizar o armário antes de o encomendar, ainda ajustei algumas coisas e quando achei que estava com tudo o que precisava, fechei o projeto e encomendei.
    Na prática aquilo que mais gosto do armário do Tomás é que me permite uma arrumação fácil e óbvia.

    Em termos de espaço sinto que foi muito bem aproveitado e acabei por conseguir a arrumação que realmente me fazia falta em vez ter de adaptar as minhas necessidades ao armário caso tivesse optado por comprar um standard.

    Em termos de arrumação, tenho tudo organizado por idades e tipo de roupa para ser mais fácil de o vestir de manhã sem estar à procura do tamanho certo para a fase em que ele está, uma vez que tenho roupa para várias idades. No módulo que se encontra mais perto do muda fraldas pus os bodies e pijamas que são grande parte do nosso dia-a-dia, e também por essa razão ficaram na gaveta de cima. Nas outras arrumei mantas, fraldas de pano, doudous, entre outras coisas e na gaveta dos acessórios pus as fita chuchas, os collants e as botinhas de recém nascido.
    No outro módulo pus conjuntos inteiros, os casaquinhos e tapa fraldas isoladas, os fatos de banho já a pensar no Verão e ainda bodies e pijamas para as fases que aí vêm e que portanto ainda não estão em uso.

    Se há coisa que percebi desde que o Tomás nasceu é que a arrumação do armário deve ser mesmo prática, de preferência com as coisas o mais à vista possível e tudo muito óbvio e neste caso sinto que fiz as escolhas certas!

    E vocês? Como têm as roupas dos vossos bebés organizadas? O que sentem que vos fazia mesmo falta no armário dos vossos filhos? Contem-me tudo nos comentários!!

     

    4 Comments

    1. Catarina
      25 Fevereiro 2020 / 8:38 am

      De onde é o avião de madeira? Adoro!!

      • inesfolque@gmail.com
        Autor
        20 Novembro 2020 / 12:36 am

        Olá Catarina! é da Xadrez às riscas ;))

    2. Margarida Mina
      27 Março 2020 / 8:01 am

      Querida Inês ontem adormeci a ouvir o seu directo com a Enf. Carmen (maravilhoso) e hoje acordei e estou a ver o blog (super fã)
      Queria dar-lhe antes de mais um beijinho de Parabéns pelo seu menino lindo e pela mãe protectora e meiga que é!
      Encontro-me de 30 semanas e ao contrário da maior parte das mulheres neste momento, encontro-me tranquila e a tentar só absorver as melhores coisas do momento. A ansiedade do parto já é “ uma coisa normal “ mas diante as circunstâncias actuais não nos podemos deixar absorver por tudo, o essencial para mim é focar sempre na parte positiva e deixar as “coisas menos boas” que estavam planeadas para traz e aceitar e contemplar tudo o que é de bom e melhor para nós e para o nosso bebé. Calma! Eu sei… não é fácil mas a meditação por exemplo têm-me ajudado imenso, cada mulher encontra o seu equilíbrio mental 🙂
      Muito muito obrigada por todas as dicas que partilhou ontem e aqui no blog, nunca é demais ler outras opiniões e relembrar o que já foi lido ( cabeça de grávida esquece 🙂 ) pois é!
      Tive a sorte de ter as coisas praticamente compradas para o bebé, com a exceção das minhas camisas de dormir para levar para o hospital 🙁 mas penso que on-line consigo comprar de qualquer forma isso para mim não é um problema, adapto perfeitamente com as camisolas interiores de alças para amamentar que já tinha comprado e com as calças de grávida que uso para dormir done
      Soube entretanto que já não vou ter o bebé na clínica Santo António mas sim nos Lusíadas, onde A Inês teve o seu menino 🙂 gostou?
      A minha médica vai fazer o parto e espero que a equipa de Santo António também lá esteja Conheci duas Enf. maravilhosas e super queridas nas únicas 2 aulas de preparação para o parto.

      Um beijinho grande
      Obrigada querida Inês pela partilha boa

      • inesfolque@gmail.com
        Autor
        20 Novembro 2020 / 12:36 am

        Olá Margarida! Imagino que já tenha o seu filho nos braços! Um beijinho cheio de alegria e uma viagem linda pelo universo maravilhoso da maternidade!beijinhoo

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Instagram

    31   401
    9   327
    70   305
    28   973
    6   168