• 5 looks para usar no 3ª trimestre da gravidez

    É inevitável sentirmos durante praticamente toda a gravidez que não temos nada para vestir, …

  • Lista Da Maternidade – O que vou levar

    Há várias opiniões sobre quando devemos ter a mala da maternidade pronta! Pelo …

  • Lista da Maternidade – o que vou levar para o bebé

    Nove meses parecem uma eternidade mas realmente de repente apercebemo-nos que estamos a dias de …

  • Porquê guardar as células estaminais?

          Assim que soube que estava à espera de bebé, fiz uma lista de …

  • Lista Da Maternidade – O que vou levar

    Há várias opiniões sobre quando devemos ter a mala da maternidade pronta! Pelo menos eu li e ouvi informações diferentes em aplicações, sites, conversas com enfermeiras e amigas, curso pré parto etc..

    Não há um consenso absoluto e a opinião varia sobretudo entre as 32 e as 37 semanas.

    Não há consenso quanto à semana que devemos ter tudo pronto para seguir tranquilas para o hospital quando o grande momento chegar, mas há consenso que todo este processo deve ser feito com tempo, serenidade e disponibilidade emocional.

    Eu queria ter esta mala e a do Tomás prontas desde as 36 semanas, pelo menos, mas não aconteceu.

    Não é que a palavra organizada me defina por aí além, mas a expressão “control freak” já me define nalguma da minha essência, (ahahah.. riam-se, sim! Não há controlo em nada do processo de engravidar, no próprio caminho da gravidez e ainda menos no que diz respeito ao parto. Mas o que é que querem? Sou assim e ainda hoje aprendo a conviver com este meu lado mais complexo 🤣🤣) pelo que ter este assunto arrumado mais cedo, sei que me teria proporcionado maior serenidade nas últimas semanas.

    Agora não vale a pena pensar no que queria  ou podia ter feito e não fiz. Estou de 39 semanas e consegui finalmente ter as malas prontas para ir para  a maternidade.

    Para fazer esta mala também cruzei algumas listas. O óbvio aparece sempre em todas, mas depois há pequenas dicas em algumas delas que considerei verdadeiramente úteis.

    Tive mais uma vez muita sorte porque contei com a ajuda da minha mãe que é provavelmente a pessoa mais organizada e prática do planeta terra e a acrescentar teve três filhas. Por isso domina este assunto melhor do que ninguém! ahahah!

    Ora confesso que quando peguei na lista final paralisei completamente e bloqueei. De repente faltava-me tudo. Pior! Não sabia sequer o que queria escolher. Para mim ter alguém ao meu lado que me obrigasse a fazer acontecer foi de facto essencial e aqui deixo a minha primeira dica. Façam esta mala na companhia de alguém. Mãe, irmã, amiga, amigo, marido, alguém que seja capaz de vos fazer focar e de a concretizar de forma objectiva e prática. Falo por mim, deixei este assunto para tão tarde que de repente o meu cérebro de grávida de última semana, me tornou ainda mais inútil nesta questão de fazer malas eficientes – Já vos tinha falado desta inabilidade minha quando fui ao Programa da Cristina no Verão e o Claudio Ramos me desafiou a fazer uma mala eficiente em poucos minutos. Isso nunca foi e provavelmente nunca será o meu forte, ahahah.

    Bem, mas agora vamos lá ao que interessa;

    Lista da minha mala da maternidade

    Roupa:

    * 4 camisas de noite (para quem quer amamentar o conselho que predomina é que sejam preferencialmente abertas à frente) – aconselho a verem as da Zara Home ou para quem vive no Estoril/Lisboa na loja Tingas, escolhi lá as minhas e adoro. Optei por uma delas na cor salmão/tijolo, sinto-me mais confortável com um conjunto de cor quando receber visitas

    *Roupão (levo dois – porque sou muito friorenta escolhi um roupão polar comprido simples que encontrei na Zara Home e outro que condiz com as camisas de noite, este também comprido mas é dos fininhos)

    *3 soutiens

    *Um pack de cuecas de incontinência (comprei umas da Ausónia, um pacote roxo que há em qualquer supermercado ou farmácia – sim soltemos todo o glamour que há em nós, ahaha) –  Este conselho chegou-me de vários lados e aparentemente é muito mais prático e cómodo do que as cuecas descartáveis + pensos higiénicos que usaria em alternativa.

    *1 conjunto para a saída da maternidade; optei por uma camisa larga, levo 2 calças pretas, umas ainda de grávida e umas que usava antes de engravidar, para ver no dia com qual delas me sinto mais confortável. Um blazer e umas botas pretas rasas (a dica geral é levar um conjunto confortável para a saída – roupa e sapatos cómodos)

    *1 par de meias para o dia da saída

    * Chinelos de quarto

    * Chinelos de banho

    * Faixa pós-parto (é uma questão muito pessoal, eu decidi usar – comprei a da Chicco)

    * Saco para a roupa suja

    Necessair:

    * Champô

    * Amaciador

    * Escova

    * Woman Isdin – Higiene Íntima

    * Woman Isdin – Antiestrías

    * Escova de dentes

    * Pasta de dentes

    * Colutório Bexident – Gengivas

    * Desodorizante

    * Creme hidratante para a cara

    * Ganchos e elásticos para o cabelo

    * Secador

    * Baton para o cieiro

    Documentos pessoais:

    * Cartão de Cidadão

    * Cartão de subsistema de saúde / seguro de saúde

    * Boletim de grávida

    * Exames de gravidez

    Outros:

    * Kit de células estaminais (como partilhei com vocês aqui , nós escolhemos fazer a criopreservação das células do Tomás com a Crioestaminal)

    * Ficha tripla

    * Máquina fotográfica

    * Telemóvel + Carregador

    * 1 Livro

    * Coluna pequenina para ouvir música

    * Garrafa de água grande

    * Rebuçados/pastilhas/snacks

    * Headphones

    * Pequeno kit de makeUP

    * Almofada DOOMOO BUDDY –  Almofada multiusos: para mim um dos melhores investimentos desde a fase da gravidez.

    Para o trabalho de parto

    * Leque

    * Água Thermal

    * Playlist para o trabalho de parto

    * Bola de Pilates (ainda vou saber se o hospital onde vou ter o Tomás tem bola de pilates para não ter de levar a minha)

    Notas finais:

    – Não levo toalha de banho nem de mãos, porque não estava na lista de coisas que pediam para levar onde o Tomás vai nascer. Mas confirmem com a maternidade onde vai nascer o vosso filho, alguns sítios pedem para levar.

    – Como vos disse em cima, a minha mãe é extremamente prática e organizada, por isso convenceu-me a levar pendurado num porta-fatos as camisas de noite/roupão e roupa de saída – portanto tudo o que pode ser pendurado. Na verdade achei uma óptima dica, assim quando chegar ao hospital é mesmo só pendurar. Chega tudo impecável,sem amachucar e perde-se muito menos tempo. Fica a sugestão.

    Mais uma vez quero só sublinhar que isto é a minha lista da maternidade, baseada nas várias listas que consultei e algumas coisas que me lembrei de acrescentar. Está feita com base nas minhas necessidades e escolhas. Prefiro levar coisas que eventualmente não precisarei na altura do que depois ter de pedir a alguém que me vá buscar ou comprar qualquer coisa que de repente me faz falta. Não há listas certas ou erradas, não há listas perfeitas. Algumas das coisas que pus aqui achei óptimos reminders quando os li e confesso que não me teria lembrado delas.

    Espero que esta lista possa ajudar-vos também. Já sabem, deixem os vossos comentários, algum conselho de última hora, algum produto, item que me tenha esquecido e me vá fazer muita falta!

    Ou simplesmente a vossa partilha sobre este tema.

     

     

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *